Sobre o que devo escrever no blog da minha empresa?

blog

É engraçado como muitas empresas acreditam que, para ter um blog de sucesso, basta publicar textos continuamente – porém, dedicam pouco ou nenhum esforço ao definir sobre o que devem escrever. O resultado é que, enquanto alguns ganham centenas de visualizações em questão de dias e “bombam” com comentários e compartilhamentos, porque respondem a uma pergunta que está queimando na cabeça da audiência, outros ficam meses sem receber quase nenhuma visita e, definitivamente, nenhum engajamento.

Bom, então, sobre o que você deveria escrever no blog da sua empresa? Nesse post, vamos responder a questão em duas partes. Primeiro, vamos ver os erros mais comuns. Depois, vamos ver as práticas certas para definir boas pautas. Preste bastante atenção, porque esse post traz algumas das informações mais importantes para colocar sua estratégia de marketing de conteúdo nos eixos!

blog

Erros mais comuns na definição de pautas para blogs corporativos

Falar da própria empresa

É incrível o número de vezes em que encontramos blog posts como “Empresa X participa de evento internacional” ou “Empresa Y fecha parceria com novo fornecedor”. Bom, aqui vai uma notícia dura, mas verdadeira: ninguém se importa. Não é isso que a sua audiência quer saber. Não é isso que atrai visitantes ou gera leads.

Quem pode se interessar por esse tipo de informação, no máximo, são os colaboradores ou os acionistas – e existem formas melhores de levar essas notícias até eles do que usando o blog da empresa.

Transformar o blog em portal de notícias

Outro erro dos mais comuns é transformar o blog da empresa em um portal de notícias relacionadas ao segmento. A ideia até faz algum sentido. As notícias podem até interessar a sua audiência, e replicar notícias de grandes jornais é mais fácil do que elaborar conteúdo original.

Porém, existem duas grandes falhas nesse plano. Primeiro, você não vai atingir um ranking mais alto nas buscas por notícias do que o site do Estadão, da Folha, d’O Globo. Então, basicamente, esse é o suicídio em SEO. Em segundo lugar, notícias são um tipo de conteúdo datado; elas podem gerar tráfego quando são recentes, mas, depois de alguns dias, ficam ultrapassadas e não atraem mais visitantes.

Escrever para outra empresa

O quê?! Sim, é exatamente isso. Algumas empresas escrevem no blog delas sobre conteúdos que só interessariam a outra empresa do mesmo segmento, mas nunca interessaria aos clientes. Talvez essas empresas queiram apostar na produção de conteúdo que demonstra seu domínio sobre a área em que atuam e estabelecer autoridade. Então, a intenção é boa, mas estão fazendo isso do jeito errado.

Um bom exemplo são os escritórios de advocacia, ao publicar um post sobre “as possibilidades de recurso no processo civil em primeira instância”, que só interessa a outros advogados. Os clientes provavelmente nem vão entender do que se trata. A lição que tiramos é que escrever sobre temas muito técnicos não é das melhores estratégias para construir um blog de sucesso.

blog

Melhores práticas na definição de pautas

Depois de conhecer alguns dos erros mais comuns, é hora de compartilhar as boas práticas. Então, para descobrir sobre o que escrever no blog da sua empresa, siga essas quatro dicas.

1. Conheça a persona

Boas pautas derivam dos problemas, das dúvidas, das necessidades e dos desejos da sua persona. Por isso, o primeiro passo para definir suas pautas é conhecer muito bem a(s) sua(s) persona(s). Como ela é uma projeção do seu cliente ideal, o caminho é conversar com os seus clientes. Pergunte a eles o que gostariam de ver no seu blog; simples assim.

2. Pesquise palavras-chave

Fazer uma pesquisa de palavras-chave também é um caminho para decidir sobre o que escrever. Parta da palavra-chave mais geral, que pode ser o seu produto ou serviço (“software de gestão de estoque”, “roupas para gestantes”) e, então, descubra quais são as buscas associadas a essa palavra-chave. É claro que, quanto maior o volume de buscas, melhor. Existem ferramentas de SEO que ajudam a realizar essa pesquisa.

3. Visite os concorrentes

É hora do benchmarking. Visite o blog dos seus concorrentes para ver o que eles estão fazendo. Priorize, é claro, os concorrentes que estão melhor posicionados nas buscas. Se eles estão na primeira página do Google, afinal, é porque estão fazendo alguma coisa certa!

Se você vir boas pautas por lá, não existe nada de errado em reaproveitar o assunto, desde que você tome o cuidado de não plagiar – tanto por questões éticas quanto para não prejudicar seus próprios resultados. Na verdade, sempre que você tirar uma ideia do blog dos concorrentes, deve buscar produzir um post ainda melhor do que aquele que serviu de inspiração!

4. Considere seu funil de marketing

Apesar de tudo que vimos até aqui, escolher bons assuntos e criar boas pautas não é o suficiente. No marketing, existe o que chamamos de funil, a jornada que leva um consumidor por vários estágios até o momento em que ele decide comprar seu produto ou serviço. Os conteúdos do blog da sua empresa precisam acompanhar esse funil.

Se você produzir apenas posts para os estágios iniciais do funil, mesmo que esses conteúdos realmente interessem à sua audiência, os visitantes não serão convertidos em leads; nem os leads em clientes. E, aí, não podemos realmente dizer que seu blog corporativo está alcançando sucesso.

Por isso, na hora de planejar as pautas, é preciso abordar os assuntos certos no momento certo do funil.

Agora você sabe sobre o que deve escrever no blog da sua empresa. Aplique o que acabou de aprender e prepare-se para ver um impacto positivo nos resultados de marketing digital do seu negócio. Se você ainda não criou um blog para sua empresa, não vá embora antes de descobrir porque toda empresa deveria ter um blog!