projeto de inbound marketing

Guia Rápido para estruturar o projeto de Inbound Marketing

Você ouviu falar em Inbound Marketing e está convencido de que é uma boa aposta para alavancar seus negócios. Porém, parece ser um assunto complexo; você nem sabe por onde começar para estruturar seu projeto de Inbound Marketing.

O parágrafo acima descreve bem a sua situação? Então, você está no lugar certo! A proposta desse artigo é trazer uma visão geral sobre todo o processo que leva à estruturação de um projeto de Inbound. Você verá quais são as etapas envolvidas e dicas para garantir o sucesso da empreitada.

Sem demorar mais, vamos lá!

Antes de começar o projeto de Inbound Marketing…

Antes de realmente começar um projeto de Inbound Marketing, é importante definir quais são seus objetivos de Marketing, porque eles são relevantes no contexto geral do seu negócio, quem são as suas personas, e como você pretende chegar até elas. Estas informações devem estar na base de todas as decisões que serão tomadas nas etapas que vêm a seguir.

Gerar tráfego

A primeira etapa em um projeto de Inbound Marketing é gerar tráfego para os seus canais. Afinal, o objetivo aqui é atrair potenciais clientes para o seu site, blog, e-commerce, etc. Para isso, é essencial que você ofereça ao seu público-alvo algo de valor. Em outras palavras, só é possível atrair visitantes se o conteúdo que você produz é relevante, informativo, bem escrito… Além disso, ele precisa ter visibilidade, já que a internet está saturada de informação; afinal, se as pessoas não souberem que o seu negócio existe, não vão chegar até você.

Nessa etapa, você pode contar com a ajuda das mídias pagas. Esses são recursos que fazem o seu conteúdo ser visto pelas pessoas, até que você consiga tração suficiente para obter tráfego de forma orgânica. Para isso, você pode utilizar o Google Adwords e os Social Posts (anúncios nas mídias sociais).

google adwords

Obter leads

Depois de fazer com que as pessoas cheguem aos seus canais de marketing, é hora de conseguir uma informação de contato, o que vai permitir que você desenvolva um relacionamento com elas.

Quando um visitante compartiha informações de contato com você, ele se transforma em um lead. Isso pode acontecer de duas maneiras: pelo simples interesse do visitante em acompanhar seus conteúdos, ou como parte de uma troca. Essa troca exige que você faça uma boa oferta; por exemplo, entregando um material rico (eBooks, Infográficos, Webinars, etc) ou até oferecendo uma versão de teste gratuita do seu produto.

Converter leads em clientes

Depois que o visitante se transforma em lead, você tem uma porta aberta para desenvolver um relacionamento mais próximo com ele. Geralmente isso é feito por meio do e-mail marketing, porque ele tem a característica de permitir que você converse diretamente com cada um dos seus leads, e ainda pode ser automatizado para otimizar essa tarefa.

É o relacionamento que vai fazer o lead tornar-se um cliente. Para o sucesso dessa conversão, um dos pontos cruciais é a criação de bons CTAs (Call to Action), a chamada para ação, que faz com que o lead tome o próximo passo. Por exemplo, você pode convidar o lead a se inscrever em um Webinar da sua empresa. No entanto, para que ele realmente se inscreva, esse convite precisa apresentar certas características, como:

  • ser claro e objetivo, pois o leitor deve entender o que você quer que ele faça;
  • ser persuasivo, especialmente usando adjetivos que reforcem a importância da chamada, e termos que evoquem temporalidade, para que o leitor aja rapidamente;
  • ser chamativo, aplicando cores, imagens, botões;
  • ser otimizado, por meio de testes A/B, para descobrir opções de como aumentar a taxa de conversão.

Realizar vendas

Inbound Marketing e vendas são duas atividades que precisam estar sempre em coesão, em todas as etapas, pois uma afeta os resultados da outra. Assim, é importante buscar maneiras de fortalecer a comunicação entre as equipes dos setores de Marketing e Comercial, tanto no planejamento da estratégia quanto em sua execução. O ponto mais importante é que seus objetivos estejam alinhados, o que colabora para um aumento nas vendas.

Você já ouviu o termo “Inbound Sales”? Trata-se de aplicar os mesmos princípios do Inbound Marketing às vendas. Assim, a abordagem comercial deixa de ser vista como intrusiva, pois é focada em atender àqueles que possuem interesse na compra. Ao mesmo tempo, não deixa de ser proativa. É que ela vai se concentrar justamente nas vendas aos leads qualificados gerados pelo marketing, em vez de tentar empurrar os produtos da empresa para qualquer pessoa.

Fidelizar

Após conquistar um novo cliente, fidelizá-lo deve ser a grande preocupação do seu projeto de Inbound Marketing. Afinal, a retenção custa muito menos do que a aquisição de novos clientes! Então, é preciso ficar atento para não esquecer daqueles que já são clientes na sua estratégia.

Produza conteúdo exclusivamente para esse grupo, principalmente trazendo informações sobre como aproveitar melhor o produto/serviço que eles adquiriram. Fortaleça o relacionamento, criando um mailing list somente de clientes. Reinsira esses contatos no funil de vendas, para promover up-selling e cross-selling.

Mensurar os resultados

A mensuração dos resultados não é simplesmente uma etapa do projeto de Inbound Marketing, mas uma atividade que deve ser realizada constantemente. É por meio dela que podemos verificar se a estratégia está trazendo os resultados esperados e, se não estiver, também identificamos onde está o problema. Aí, é só uma questão de fazer ajustes para voltar ao caminho certo.

google analytics

Se você quer mensurar os resultados, a primeira coisa que deve fazer é estabelecer os KPIs que vai acompanhar. Cada canal do Marketing Digital tem seus próprios KPIs. Por exemplo:

  • nas mídias sociais, é interessante acompanhar a quantidade de curtidas, comentários e compartilhamentos em cada publicação, para saber quais geram mais engajamento;
  • no blog, é importante acompanhar as fontes de tráfego, para entender de onde vêm os seus visitantes, além dos hiperlinks mais clicados, para saber os próximos assuntos mais procurados;
  • no e-mail marketing, é fundamental acompanhar a taxa de cliques, para descobrir se os CTAs estão convencendo seus leads.

Para acompanhar os KPIs, você pode contar com boas ferramentas de Marketing Digital, que coletam os dados brutos e os transformam em informação, na forma de relatórios com gráficos e tabelas. Tudo visual e até interativo, para que você entenda essa informação sem dificuldade e utilize na hora de tomar decisões sobre o seu projeto de Inbound Marketing. Uma das principais ferramentas é o Google Analytics, que é gratuito.

Nesse post você conferiu um guia rápido para estruturar seu projeto de Inbound Marketing. Porém, seria exagero dizer que isso é tudo o que você precisa saber sobre o assunto. O Inbound é muito rico e dinâmico; novas estratégias, ferramentas e práticas surgem rapidamente. Se você quer aplicá-lo em sua empresa, precisa se adaptar às novidades, o que inclui estar atento a tudo que acontece nesse setor.

Então, que tal acompanhar a página da MaKeiT no Facebook e no Instagram? Lá você confere nossas postagens sobre Marketing Digital e Inbound Marketing, fica por dentro das principais notícias e aprende mais sobre eles. Visite nossa página agora mesmo, dê a sua curtida e comece a acompanhar nossos conteúdos!