Engajamento de leads: como reativar sua base de potenciais alunos

Engajamento de leads: como reativar sua base de potenciais alunos

Trabalhar o engajamento de leads é um desafio constante e, muitas vezes, a solução para isso está na própria base de dados. Os leads “frios”, isso é, os contatos que pararam de interagir ou diminuíram a frequência de interações com a sua instituição de ensino, precisam de atenção. Mas como orientar seu time a reativar esses potenciais alunos?

Em uma pesquisa da HubSpot, foi averiguado que bases de e-mail marketing perdem o engajamento de leads em 22,5% anualmente. Portanto, é preciso colocar estratégias em prática para engajar esses leads e fazer com que eles avancem no funil de vendas. Dessa forma, constrói-se um cenário saudável para a conversão de matrículas.

A sua IE enfrenta problemas de engajamento de leads considerados perdidos? Não se preocupe, há solução para alinhar o ciclo de sua proposta com a tomada de decisão do potencial aluno. Para saber mais sobre como trabalhar seu engajamento de leads, confira as nossas dicas a seguir.

O que leva à redução do engajamento de leads?

O que leva à redução do engajamento de leads

Optar por um curso para continuar seus estudos ou, até mesmo, um colégio para matricular os filhos exige tempo e investimento. Por conta desse ciclo, que pode ser longo, muitos acabam esperando pelo momento ideal. E, para uma certa porcentagem deles, esse momento não parece estar próximo. Mas por que isso ocorre? Como o engajamento de leads é ameaçado?

A falta de interação dos leads pode ocorrer por uma série de motivos – às vezes, por uma combinação de fatores. Possivelmente, seus times de Marketing e Vendas já lidaram com situações como:

  • Falta de leads qualificados;
  • Conflito de interesses do lead;
  • Dados desatualizados na base;
  • Leads desconectados do ciclo de nutrição.

5 dicas para reativar sua base e melhorar o engajamento de leads

Apesar das falhas terem diversas fontes, leads descartados ou frios não são, necessariamente uma perda definitiva. No entanto, é preciso saber como reengajá-los adequadamente.

A seguir, conheça algumas boas práticas para isso.

1. Identifique os leads que precisam ser reativados

Saber realizar um bom diagnóstico de leads é fundamental. Com o apoio de ferramentas de automação é possível, inclusive, agilizar esse processo, organizando categorias e já programando ações personalizadas.

Um potencial aluno que se mostrou interessado, mas não respondeu a uma determinada comunicação, por exemplo, pode receber um e-mail abordando as possíveis razões para o abandono. O engajamento de leads frios depende de pelo menos alguma interação de interesse a ser resgatada e estimulada.

2. Mantenha seus times de Marketing e Vendas integrados

Para o engajamento de leads, mantenha os times de marketing e vendas integrados

Os times de Marketing e Vendas de sua instituição de ensino precisam de autonomia para elaborar e executar estratégias para um engajamento de leads efetivo.

Além de informações em tempo real, é importante investir em ferramentas que facilitem o acesso à base, para que a reativação de potenciais alunos ocorra de forma ágil.

Por isso, é fundamental que haja uma atuação sinérgica entre Marketing e Vendas, de modo a alinhar as atividades e extrair os melhores benefícios das estratégias.

3. Tenha um fluxo de nutrição especial para o engajamento de leads frios

Ter as etapas de reengajamento bem definidas ajuda a coordenar a ordem de suas ações. É importante, portanto, construir um fluxo para o engajamento de leads de acordo com o processo de matrículas da sua instituição.

Talvez, para um lead específico, o canal ideal está em um telefonema. Outros, porém, podem preferir uma interação por e-mail ou WhatsApp. É importante organizar, inclusive, as tarefas para que contemplem o motivo da perda ou interrupção da interação inicial.

Com isso, as dores podem ser avaliadas e a nutrição nas etapas do funil pode ser trabalhada da forma mais apropriada.

4. Estabeleça métricas 

Estabeleça métricas para o engajamento de leads

Saber o momento certo para retomar o contato é vital para a assertividade da sua estratégia de engajamento de leads. Pode, até mesmo, ocorrer de muitos leads terem perdido a conexão com seu fluxo, justamente, por não ter sido o momento ideal para isso.

Dessa forma, conhecer o comportamento de sua base de potenciais alunos faz muita diferença. Por isso, estabeleça métricas que possibilitem o acompanhamento para reestabelecer de modo inteligente o contato no melhor canal, dia e horário possível.

5. Analise resultados e reajuste as próximas ações

Manter-se próximo a um lead em processo de reativação é necessário para entender os próximos passos a serem dados.

Em alguns casos, um e-mail de acompanhamento pode auxiliar no engajamento de leads e na reativação para seu time que busca a captação novos alunos.

Procurar sempre acompanhar os pontos positivos e negativos e os progressos obtidos é crucial para melhorar continuamente sua estratégia e tornar seu plano de engajamento de leads cada vez mais assertivo.

Isso permitirá, por exemplo, criar ações de remarketing mais eficientes para a sua instituição de ensino. Para mais dicas sobre essa estratégia, leia também o artigo: “Remarketing: como usá-lo na captação de alunos?”.