Entenda como implementar o Inbound Marketing para educação

3 Motivos pelos quais empresas de Educação trabalham com Inbound

O Inbound Marketing para educação é um recurso indispensável para instituições de ensino que desejam aumentar o crescimento de seu negócio. A partir dessa estratégia, passa a ser possível manter um relacionamento muito mais assertivo com clientes e potenciais clientes, conquistando mais matrículas e fidelizando alunos.

Quem ainda não tem grande familiaridade com o tema pode estar se perguntando como tudo deve ser feito. Afinal, como essa metodologia de Marketing Digital pode ser relevante para o segmento de educação?

Quanto a isso, vale esclarecer que as mesmas abordagens empregadas em outras áreas também são válidas para o mercado educacional. Isso, é claro, desde que tudo seja feito de forma contextualizada.

Quer conhecer, de forma prática, três motivos para também trabalhar com o Inbound Marketing para educação? Continue a leitura e saiba mais.

1. Identificação do público preferencial de seu negócio para melhor desempenho em ações de marketing

Trabalhe com personas em sua estratégia de Inbound Marketing para educação

A persona pode ser definida como uma representação fictícia do cliente ideal de uma empresa. No caso de uma instituição de ensino, estamos falando de um aluno que reúna as principais características buscadas por seu negócio. Vejamos um exemplo rápido de persona:

“Fernanda, 15 anos, moradora da zona sul da cidade de São Paulo, cursa o ensino médio e pretende realizar o Exame Nacional do Ensino Médio nos próximos anos, entre outros vestibulares do estado, como o da Fuvest e do Instituto Tecnológico da Aeronáutica – ITA.”

Para uma escola que ofereça o ensino médio e tenha como foco a preparação para os principais vestibulares do país, esse pode ser um perfil ideal de aluno. Trata-se de alguém com idade apropriada para as provas a serem realizadas nos próximos anos, tem renda familiar compatível para o investimento necessário para custear as mensalidades, e pode vir a se interessar por cursos complementares oferecidos pela instituição, como módulos de matérias específicas ou cursos pré-vestibulares.

Pensando nas ações de Inbound Marketing para educação formuladas pela instituição, todas as estratégias devem ser estruturadas levando em conta esse perfil fictício. Os temas dos conteúdos serão voltados para ele (e seus pais ou responsáveis), assim como o tipo de comunicação estabelecida e o formato da oferta de seus serviços.

Ao reconhecer quem é o cliente preferencial de seu negócio, todas as ações de marketing e vendas passam a ser mais assertivas. Afinal, seu negócio passa a compreender, com exatidão, por qual público compete e quais são suas principais características.

2. Criação de uma jornada de compra para obtenção de mais matrículas e fidelização de alunos

A jornada de compra é um conceito que representa o caminho que será percorrido por um potencial cliente antes mesmo de ele ter contato com a sua marca pela primeira vez, e vai até o momento da efetivação de uma compra.

A jornada se divide em quatro etapas, sendo elas:

  1. Aprendizado e descoberta – momento em que seu potencial cliente começa a perceber que possui determinado problema;
  2. Reconhecimento do problema – nessa etapa, o problema já foi reconhecido, mas ele ainda precisa se aprofundar no tema para estar em condições de levantar possíveis soluções;
  3. Consideração da solução – na terceira etapa, o usuário identifica possíveis soluções e começa a avaliá-las;
  4. Decisão de compra – na última etapa, o usuário está pronto para decidir qual solução contratar.

Para cada uma dessas etapas, teremos conteúdos específicos a serem direcionados para diferentes personas. Isto é, para um potencial cliente que esteja na fase de consideração de solução, por exemplo, teremos artigos em blog, e-mail, publicações em redes sociais apropriadas para quem ainda não sabe ao certo qual produto ou serviço é mais adequado para sua necessidade.

Ao trabalhar essa estratégia no contexto de Inbound Marketing para educação, sua instituição de ensino qualifica o relacionamento com o público, passando a ser muito mais relevante durante diversos processos, seja durante a captação de alunos, ou em um momento posterior. A consequência mais direta disso é o aumento do número de matrículas e a retenção de alunos.

3. Criação e distribuição de conteúdo como estratégia de melhor custo-benefício

O conteúdo cumpre papel fundamental em qualquer estratégia de Inbound Marketing para educação. Como visto no tópico anterior sobre a jornada de compra, para cada estágio temos uma abordagem própria a ser empregada em diferentes canais de comunicação.

Pensando em uma estratégia de e-mail marketing, por exemplo, teremos sua audiência segmentada por cada uma das etapas a receber conteúdos diferentes a respeito de temas de interesse de sua persona.

No âmbito de sua IE, em uma campanha de matrículas, você poderá identificar grupos de pais e alunos que apresentam propensões diferentes a contratarem os seus serviços. Esses diferentes grupos, naturalmente, terão dúvidas, anseios e objeções distintas em relação ao serviço que está sendo oferecido. O conteúdo direcionado para esses públicos deve refletir essas diferenças.

Essa abordagem é reconhecida por apresentar excelente custo-benefício, já que o investimento para colocar em prática as estratégias listadas é muito inferior àquele atrelado a práticas como veiculação de anúncios em mídias offline. Os resultados, por sua vez, são mais promissores, ainda que o custo seja menor.

As ações de Inbound Marketing para educação também são reconhecidas pela facilidade de mensuração de resultados, sendo essa outra vantagem de implementar essa abordagem.

Entenda a relevância do conteúdo no Inbound Marketing para educação

Entenda a importância do conteúdo para o Inbound Marketing para educação

Pensando em uma análise dos conteúdos em si, é muito importante sempre partir da perspectiva da relevância, um dos pilares do Inbound Marketing que, ao contrário da publicidade tradicional, emprega uma abordagem em que o cliente vai em busca da empresa pelo tipo de relacionamento estabelecido.

Mais que pensar em vender um produto em um primeiro momento, pretende-se investir na qualificação do relacionamento com a resolução de dúvidas e dores dos clientes para, então, se empregar uma abordagem de vendas – momento em que o usuário estará propenso e verdadeiramente interessado em tratar do assunto.

Gostou de saber um pouco mais sobre as aplicações do Inbound Marketing para educação? Aproveite e confira mais este conteúdo sobre o tema: “Projeto de Inbound Marketing: aprimore a sua gestão e aumente os resultados do setor de marketing”.