Educação STEM: o que é e como aplicar em sua IE

Educação STEM: o que é e como aplicar em sua IE

Em um mundo em constante mudança e cada vez mais complexo, é mais importante do que nunca que as instituições de ensino inovem para preparar os alunos com conhecimento e habilidades para resolver problemas, dar sentido às informações e saber como reunir e avaliar evidências para tomar decisões. Esses são os tipos de habilidades que os estudantes desenvolvem em ciência, tecnologia, engenharia e matemática por meio de uma abordagem de educação STEM.

Muitas IEs têm implementado programas e iniciativas de educação STEM como parte de sua estratégia de inovação e modernização do ensino. Ainda, também como uma alternativa para trabalhar as habilidades da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) bem como as competências socioemocionais e outras habilidades que ajudam a oferecer uma formação integral para preparar os alunos para os desafios futuros.

Diferentemente do que pode parecer em um primeiro momento, o conceito de STEM abrange muito mais do que a soma de suas partes distribuídas em quatro disciplinas básicas. Para você compreendê-lo melhor, assim como conhecer os seus benefícios, continue a leitura. A seguir, veja, também, dicas de como aplicar a educação STEM em sua IE.

O que é educação STEM?

O que é educação STEM

Obter uma definição para STEM parece simples: trata-se de um acrônimo para Science, Technology, Engineering and Mathematics (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

No entanto, a educação STEM é muito mais do que apenas uma maneira útil de agrupar assuntos. Em sua essência, STEM é uma filosofia de ensino que integra todas as quatro disciplinas básicas em um único programa interdisciplinar, que oferece instrução em aplicações e métodos de ensino do mundo real (em oposição ao modelo comum, puramente acadêmico e desvinculado da realidade do aluno).

Dessa forma, a educação STEM é a integração intencional de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, e suas práticas associadas.

Isso permite criar um ambiente de aprendizagem centrado nos alunos, no qual eles possam investigar e projetar soluções para problemas e construir projetos baseados em evidências de fenômenos do mundo real, com foco nas necessidades sociais, emocionais, físicas e acadêmicas do estudante.

Com isso, as disciplinas de base não são trabalhadas de modo isolado, mas integradas em um paradigma de aprendizagem coeso, baseado em aplicações e necessidades de nossa realidade atual.

Uma variação da educação STEM é a STEAM, que inclui um ‘A’ para arte e design. O design e a arte também mostram-se essenciais sobretudo para ampliar o repertório do aluno e estimular a sua criatividade como parte essencial para desenvolver a inovação

Por que aplicar STEM em sua IE?

Basicamente, o que separa STEM da educação tradicional é o ambiente de aprendizagem combinada e integrada, e o trabalho prático junto aos alunos, mostrando como o método científico pode ser aplicado na vida cotidiana.

Com isso, a educação STEM ajuda no desenvolvimento de pensamento crítico e foca nas aplicações de resolução de problemas do mundo real, um diferencial importante para a preparação dos estudantes para seus desafios no mercado de trabalho.

Dessa forma, a sua IE moderniza suas metodologias e trabalha aliada às necessidades do século 21, obtendo atrativos para captar e fidelizar seus alunos.

Como aplicar a educação STEM na sua instituição de ensino?

Como aplicar a educação STEM em sua IE

Agora que você já sabe mais sobre o que é e os benefícios potenciais da educação STEM, conheça algumas possibilidades de caminhos para aplicá-la em sua IE.

Busque tornar as atividades de ciência e matemática mais atrativas

Ciência e matemática são particularmente importantes na educação STEM porque a tecnologia e a engenharia dependem delas.

Se um estudante de engenharia arquitetônica precisasse projetar um edifício de 10 andares, por exemplo, primeiramente ele precisaria entender os princípios matemáticos e científicos subjacentes que tornam um edifício como esse viável, para, então, utilizar tecnologia e seus saberes de engenharia para desenvolver o projeto.

Demonstrar esse caminho lógico e a interconexão de áreas pode ser uma maneira de tornar o trabalho com a base teórica mais interessante e atrativo para os alunos.

Foque em desafios, não em fornecer respostas

Como filosofia, o STEM busca criar um programa acadêmico que integre todas as quatro disciplinas de uma forma que estimule o aluno a usar o conhecimento interdisciplinar para resolver problemas.

O que essencialmente significa que o estilo de aprendizagem tradicional — normalmente focado em memorização de informações e fornecimento de respostas “certas” — não é o adequado para essa abordagem.

Na educação STEM, o aluno precisará usar o que já sabe para elaborar uma solução. Isso requer que o foco não esteja em fornecer respostas prontas a ele, mas em prepará-lo para aprimorar sua criatividade, capacidade analítica e pensamento flexível, bem como o seu conhecimento técnico e o domínio de cada disciplina individual, de modo a promover segurança e autonomia para o estudante ser protagonista de seus projetos e de seu próprio desenvolvimento.

Integre conhecimentos de diversas áreas nas abordagens 

A educação STEM pode ocorrer como um projeto separado ou ser incorporada a praticamente qualquer disciplina de sua instituição de ensino.

É claro que as aulas nas quatro disciplinas base são uma forma direta de aplicar o STEM em sua IE. No entanto, é possível fazer isso também de forma mais ampla.

Em uma aula de ciências sociais, por exemplo, aprendendo sobre a revolução industrial, os alunos podem ser desafiados a projetar sua própria linha de montagem, mobilizando e integrando conhecimentos de tecnologia, engenharia e matemática à sua ciência aplicada.

Desafie e envolva os estudantes com projetos

De modo geral, a educação STEM normalmente se concentra na aprendizagem baseada em projetos. Os projetos e as atividades conduzidos comumente envolvem tecnologia moderna, de modo a estimular as aplicações práticas da ciência em um contexto desafiador do presente ou do futuro.

Dessa forma, os alunos podem aplicar os vários domínios de STEM em um contexto que os ajudem a perceber uma conexão entre a sala de aula e o mundo ao seu redor, tornando o conhecimento ainda mais significativo.

A aprendizagem baseada em projetos faz parte das metodologias ativas, que podem facilitar a aplicação da educação STEM em sua IE. Para saber mais, descubra o que são e quais as vantagens das metodologias ativas.