email marketing para captar mais alunos

Como usar o email marketing para captar mais alunos

As Instituições de Ensino têm, como uma das principais metas de negócio, a captação de novos alunos. O marketing é responsável pelas estratégias de captação e, entre elas, o email marketing merece grande destaque. Apesar de algumas pessoas afirmarem que o email marketing morreu, a verdade é que estatísticas mostram (e especialistas confirmam) que ele continua sendo uma alternativa com excelente retorno.

Então, como é possível usar o email marketing para captar mais alunos para sua Instituição de Ensino? Essa é a pergunta que vamos responder agora!

Entenda email marketing, newsletter e SPAM

Antes de entrar nas melhores práticas de email marketing para captação de alunos, vamos retomar alguns conceitos básicos. Você sabe o que é email marketing? E como diferenciá-lo de newsletter? E quando o email pode ser considerado SPAM?

O email marketing é voltado a vendas. Ele pode não ser sempre um email de vendas, mas esse é sempre o objetivo final da campanha. A newsletter, por sua vez, é voltada para o relacionamento. E o SPAM, por sua vez, é a mensagem irrelevante ou inapropriada, geralmente enviada sem distinção para um grande número de destinatários que não a solicitaram ou não autorizaram seu envio.

Agora que essas questões teóricas estão resolvidas, vamos voltar ao nosso tema principal e ver dicas de email marketing para captar mais alunos.

email marketing

5 dicas para captar alunos com email marketing

1. Segmente sua lista

Nem todas as pessoas que estão na sua lista de contatos têm os mesmos interesses. Vamos imaginar que sua instituição de ensino é uma faculdade. Ela oferece vários cursos, e cada lead pode estar interessado em uma graduação ou pós-graduação diferente. Segmentar a lista conforme os interesses dos leads é uma maneira de enviar mensagens mais direcionadas e, assim, aumentar a assertividade da comunicação e a efetividade dos resultados em vendas.

2. Crie um campo “assunto” que desperte curiosidade

O primeiro desafio do email marketing é conseguir que as pessoas na sua lista abram e leiam as mensagens. Nessa missão, o campo “assunto” tem um papel decisivo. É preciso elaborar um campo “assunto” que desperte a curiosidade do destinatário. Existem diversas técnicas para isso, como a urgência, que consiste em mostrar ao destinatário que ele tem pouco tempo para agir (por exemplo: “Faltam 3 dias para resgatar seu desconto”).

Porém, cuidado! Criar iscas falsas, prometendo algo que o destinatário não vai encontrar na mensagem, pode até levá-lo a abrir o email, mas as chances de marcar o email como SPAM aumentam consideravelmente.

3. Personalize as mensagens

Personalização é uma técnica que está em alta porque seus resultados são muito positivos; segundo o Campaign Monitor, emails com o campo “assunto” personalizado têm 26% mais chances de serem abertos e, segundo o Experian, emails personalizados promovem 6 vezes mais transações.

Um exemplo simples de personalização é usar o nome do destinatário no campo “assunto” ou no corpo do email. Muitos serviços de email marketing fazem isso de maneira automática, usando um recurso chamado “merge tags”. Outro exemplo é o conteúdo dinâmico, que consiste na exibição de conteúdo diferente dependendo do segmento da lista que está recebendo a mensagem.

4. Automatize o envio

Quando falamos em automatizar o envio, é importante deixar claro que não se trata apenas de definir uma data e um horário em que o email marketing deve ser disparado para todos os contatos, mas definir um cronograma de disparos que funciona individualmente.

email marketing

Imagine uma pessoa que se inscreveu na sua lista hoje; você pode automatizar o envio para que, após 24 horas, ela receba um email apresentando os cursos da sua Instituição de Ensino. Agora, imagine que outra pessoa se inscreva na mesma lista daqui três dias; ela também vai receber essa mensagem após 24 horas da inscrição. E se outra pessoa se inscrever nessa lista daqui a um mês? A mesma coisa.

Veja que o disparo ocorre em momentos diferentes, conforme o comportamento do destinatário, mas o fluxo de emails é automatizado para todos os contatos.

5. Nutra bem seus leads

Leads precisam ser bem nutridos, ou não vão gerar frutos. Por isso, o email marketing precisa ser desenvolvido com consistência. A comunicação precisa ter uma frequência adequada, e pesquisas indicam até os dias e horários mais propícios para o disparo de mensagens.

Não se esqueça de mensurar

Você acabou de ver 5 dicas básicas para captar mais alunos por meio de email marketing. Porém, a maneira exata como você vai aplicar cada uma delas depende da sua estratégia de marketing. Não existe uma fórmula pronta e, no começo, é preciso realizar alguns testes para descobrir o que funciona melhor para a audiência da sua Instituição de Ensino.

Por isso, mensurar os resultados é indispensável. É a única maneira de identificar se uma determinada tática está funcionando ou não. Com base nisso, você pode reforçar boas práticas ou mudar de direção.

Esse é um panorama breve do uso de email marketing para captar mais alunos. Só arranhamos a ponta do iceberg; se você tiver interesse no assunto, tem muito mais dados, técnicas e ferramentas a explorar. Quer saber mais? Inscreva-se na newsletter da MaKeiT e não perca nenhum conteúdo sobre marketing educacional!