Conheça 4 motivos para criar um blog para a sua instituição de ensino

Blog para instituições de ensino: 5 motivos para criar o seu

O blog é um canal bastante explorado por empresas de diferentes nichos de mercado desde os primeiros anos de popularização da internet, no início da década de 2000. Com o passar dos anos, novas aplicações foram dadas a ele para além da comunicação institucional.

A principal delas está associada a estratégia de Marketing de Conteúdo, cuja principal característica é manter relacionamento com uma audiência a partir da disponibilização de conteúdo relevante.

Instituições de ensino atentas a essas transformações também vêm apostando no blog como um canal estratégico para promover interações com o seu público e captar novos alunos. E, para você que deseja entender como isso acontece na prática, preparamos este artigo repleto de informações sobre o tema. Confira!

1. Qualificação de leads

Como já apontado, o blog pode e deve ser mais que um canal de comunicação institucional. No caso das instituições de ensino, vale abordar conteúdos que dialoguem com o público-alvo para a captação de novos alunos.

Nesse sentido, pode ser estabelecido um fluxo próprio de publicações para esse fim. Tomando como parâmetro a jornada de compra – caminho percorrido por um potencial cliente até a efetivação de uma compra –, se faz necessário criar conteúdos personalizados para cada uma das etapas dessa jornada, que são:

  • aprendizado e descoberta;
  • reconhecimento do problema;
  • consideração de solução e
  • decisão de compra.

Neste artigo falamos em detalhes sobre o que é cada uma dessas etapas e quais tipos de conteúdo estão associados a elas. Mas o que você deve saber de antemão é que, nessa jornada, os leads são continuamente qualificados até estarem aptos a receber uma abordagem de vendas.

2. Construção de autoridade para a instituição de ensino

A manutenção de um blog para a sua instituição de ensino também é uma excelente forma de conferir autoridade à sua marca. Afinal, na medida em que nesse canal são discutidos temas relevantes sobre educação, entre outras questões de interesse da comunidade escolar, a escola ou faculdade se coloca na posição de um formador de opinião.

3. Interação e relacionamento com a comunidade escolar

O blog é um canal apropriado para manter relacionamento com a comunidade escolar. Isso pode ser feito de várias formas, como, por exemplo, a partir da colaboração de professores e alunos na edição de artigos relacionados a atividades complementares ao currículo.

Pode-se, também, trazer para aquele espaço discussões sobre um livro abordado nas aulas de literatura, disponibilizar materiais complementares de oficinas conduzidas de forma paralela a alguma disciplina, convidar alunos a opinar sobre questões do dia a dia da instituição, como eventos a serem realizados em datas comemorativas, enfim, opção é o que não falta.

4. Posicionamento de sua página nos mecanismos de busca

Uma das principais finalidades para os blogs corporativos é o posicionamento do site nas páginas de resultado dos mecanismos de busca. Basicamente, os algoritmos do Google, para ranquear as páginas nos resultados das buscas de determinadas palavras-chave, realizam uma leitura dos conteúdos produzidos para aquele tema e colocam nas primeiras posições aqueles considerados mais relevantes.

Dessa forma, desde que o blog de sua instituição de ensino produza conteúdo relevante e obedeça a determinados parâmetros de SEO – conjunto de estratégias com o objetivo de melhorar o posicionamento de um site entre os resultados dos mecanismos de busca – é de se esperar que sua página apareça no topo dos resultados para pesquisas de seu nicho de interesse.

5. Não custa quase nada manter este canal

Não custa quase nada manter esse canal

Como você pôde acompanhar até aqui, são muitos os motivos para criar e manter um blog para a sua instituição de ensino. O que você talvez ainda não saiba é que custa muito pouco usufruir de todas essas vantagens.

O blog pode ser hospedado em seu próprio site, sendo necessário apenas se preocupar com o trabalho editorial e de curadoria de conteúdo, o que poderia ser feito por quem já cuida da comunicação da instituição. Ou seja, em termos financeiros, muito pouco deverá ser investido.

Ao mesmo tempo, devemos destacar que esse pode não ser um trabalho tão simples para quem não tem familiaridade com o universo dos blogs. Se esse for o seu caso, indicamos este conteúdo com boas orientações que podem ser seguidas por quem está começando: “O que você precisa considerar para criar um blog de sucesso?”.