O que é aprendizagem baseada em projetos

Aprendizagem baseada em projetos: como ela beneficia os alunos

A digitalização provocou mudanças importantes em diversos âmbitos sociais, inclusive na educação. Para acompanhar essa evolução constante, as instituições de ensino precisam inovar em seus processos e práticas pedagógicas, adotando metodologias e ferramentas mais modernas e compatíveis com os novos tempos e perfil dos alunos. É neste contexto que as metodologias ativas, como a aprendizagem baseada em projetos, conhecida também pelas siglas ABP e PBL (do inglês, Project Based Learning), estão ganhando espaço na educação brasileira.

Essas metodologias proporcionam aos estudantes meios para eles conseguirem guiar o seu desenvolvimento, fugindo do modelo tradicional no qual o professor é o detentor do conhecimento e os alunos seus ouvintes mais passivos. 

No caso da aprendizagem baseada em projetos, ela oportuniza aos alunos investigarem e responderem a um problema ou desafio autêntico, envolvente e complexo, com atenção profunda e sustentada, tornando a experiência mais ativa, cativante e engajadora.

Quer saber mais sobre como isso acontece? Continue a leitura. Neste artigo, compreenda como funciona a aprendizagem baseada em projetos, conheça suas características e os principais benefícios que ela pode proporcionar no processo de construção do conhecimento. Acompanhe!

O que é a aprendizagem baseada em projetos?

A ABP é um modelo sistemático que visa estimular a construção do conhecimento dos alunos por meio de um processo de investigação em que questões complexas, relevantes e instigantes são cuidadosamente planejadas pelo professor.

Seu principal objetivo é oferecer protagonismo ao aluno, o colocando no centro do seu processo de aprendizado. Como se trata de um método disruptivo e ativo, ele favorece também a aprendizagem colaborativa e interdisciplinar.

Com isso, por intermédio de uma abordagem que envolve vivência prática, com muita pesquisa, estudo, perguntas e respostas, solução de problemas, inovação e incentivo ao raciocínio crítico, as habilidades individuais dos estudantes são estimuladas, garantindo uma preparação mais eficiente também para os desafios futuros do mercado de trabalho.

Quais são os principais benefícios da ABP para os alunos?

Benefícios da aprendizagem baseada em projetos

Um ponto positivo da aprendizagem baseada em projetos é que ela permite que os estudantes prevejam os resultados das respostas encontradas, possibilitando que eles mantenham a abordagem ou busquem novas soluções, visando maior coerência e assertividade. Para o seu futuro profissional, este é um ganho importante, pois garante uma sólida preparação para o mercado de trabalho.

É possível destacar também as avaliações e feedbacks. Durante todo o desafio, o professor assume um papel fundamental na construção do conhecimento, acompanhando o desenvolvimento dos projetos e contribuindo com direcionamentos a serem seguidos.

Ao final, além de auxiliar no aperfeiçoamento das habilidades individuais dos estudantes, o educador também apresenta uma análise completa sobre o trabalho, colaborando com a percepção dos alunos a respeito de oportunidades de aprender com os erros e do reconhecimento de seus progressos.

Ainda, quando ajudamos os alunos a terem experiências autênticas, os preparamos para o mundo real. Nesse sentido, a ABP prepara os estudantes para serem pensadores autossuficientes, criativos e críticos, capazes de enfrentar desafios diversos.

Assim, se sua instituição de ensino busca um método moderno e assertivo para implementar no seu plano de ensino, a aprendizagem baseada em projetos é uma ótima alternativa para aprimorar o desenvolvimento dos alunos e prepará-los para o mercado de trabalho. Afinal, uma metodologia ativa como essa estimula a criatividade resolutiva e as habilidades individuais de cada um.

Como funciona a aprendizagem baseada em projetos?

Como funciona a aprendizagem baseada em projetos

Primeiramente, é importante saber que, para obter os melhores benefícios, é preciso considerar que, nesta metodologia ativa, a teoria e a prática são inseparáveis. Por isso, é importante oferecer aos alunos projetos que exijam a busca por soluções criativas e que estimulem seu raciocínio lógico.

Uma forma de fazer isso é apresentando problemas e desafios que simulem projetos profissionais ou sociais e cujas respostas não sejam encontradas com facilidade, como no Google, por exemplo.

Assim, os alunos aprendem a levantar questionamentos, elaborar hipóteses e a pesquisar informações com maior confiança e autonomia. Além disso, a colaboração em equipe estimula a criatividade, encorajando os estudantes a entregarem soluções cada vez mais elaboradas e cooperativas.

Em suma, para potencializarmos a preparação dos alunos para lidarem com assertividade com desafios de um mundo em transição, é importante prepará-los para um mundo baseado em projetos.

Portanto, ao relacionar os benefícios do aprendizado baseado em projeto aos alunos, é importante sempre incluir exemplos de aplicação no mundo real. Isso reforçará para eles a noção de que eles podem decompor problemas em suas partes componentes, reunir e liderar uma equipe diversificada e interessada em processar o projeto e implementar uma solução eficiente.

Agora que você já sabe o que é a ABP e como ela pode beneficiar os alunos, que tal conhecer mais sobre outra abordagem ativa, a Cultura Maker? Para isso, confira nosso artigo: “Cultura Maker: conceitos e aplicações para sua IE”.