O TikTok é a nova febre mundial.

5 Dicas para usar o TikTok no seu e-commerce e aproveitar ao máximo essa rede social!

O TikTok é um fenômeno mundial. Em novembro de 2019, o app dessa rede social bateu o número de 2 bilhões de downloads. No acumulado do ano, foram downloads foi de 750 milhões – número superior ao de outras redes, como Facebook, Twitter e Instagram, atrás apenas do WhatsApp.

Tamanha popularidade pegou muita gente de surpresa. Afinal de contas, de onde teriam surgido tantos desafios de dança, entre outros vídeos autorais divertidos com áudio de filmes e séries famosas, com a “marca” TikTok?

Para quem ainda está meio no “escuro” e não se inteirou sobre as origens dessa rede social, vamos apresentar um pequeno resumo neste artigo. Além disso, vamos trazer 5 dicas incríveis sobre como seu e-commerce pode aproveitar a onda de popularidade do TikTok. Confira!

De onde surgiu o TikTok?

O TikTok se popularizou primeiramente na Ásia.Depropriedade da ByteMedia, o app foi lançado na China em 2016 com o nome Douyin – rede voltada a criar e visualizar vídeos de curta duração. No ano seguinte, a marca lançou uma nova versão com o mesmo software, mas, desta vez, com o nome TikTok.

Passado algum tempo, a ByteMedia adquiriu o app Musical.ly, cuja principal funcionalidade é criar vídeos a partir de músicas famosas. Em agosto de 2018, a empresa anunciou a fusão do Musical.ly com o TikTok.

Desde então, a plataforma tem se transformado em um espaço para o surgimento de novos talentos: músicos, bandas e demais artistas passaram a criar vídeos no app, usando, como música de fundo, uma canção ou melodia autoral – o que ajudou muito o crescimento do TikTok. No Japão, por exemplo, concursos de calouros a partir de conteúdo nesse formato já são comuns.

Com todo esse sucesso na Ásia, não demorou muito para que grandes marcas ocidentais identificassem o potencial do TikTok e começassem a criar conteúdo na rede. Nestlé, Nike, NFL, Real Madrid, Walmart, Disney e muitas outras podem ser citadas como exemplo.

E para você que tem um e-commerce e também deseja entrar nessa rede para explorar as possibilidades de monetização e engajamento de seu público, continue a leitura.

5 Dicas para explorar o potencial do TikTok em seu e-commerce

1. Criei seu perfil e comece com publicações regulares

Depois de criar o perfil de seu e-commerce, não fique tímido e comece a publicar com boa regularidade. De nada adianta estar na rede de forma passiva.

Comece identificando as publicações virais, e veja o que pode ser aplicado em sua estratégia de conteúdo. Ao mesmo tempo, não tenha medo de experimentar. Por ser uma experiência relativamente nova, tanto para as marcas quanto para os usuários em geral, não existe “certo” ou “errado”. O sucesso pode estar em uma nova abordagem autoral.

2. Entre na onda dos desafios e concursos de hashtags

Os desafios de dança se popularizaram rapidamente.

O TikTok é terreno fértil para desafios e impulsionamento de hashtags. Muitas vezes, são usuários “anônimos” que viralizam vídeos com uma dança ou atividade específica, que são reproduzidos por milhões de outras pessoas.

Trazendo essa abordagem para o contexto de seu negócio, é possível, por exemplo, criar uma campanha baseada em um desses desafios super populares com hashtags exclusivas (pode ser com o nome de um de seus produtos ou sua própria marca), que redirecionem os usuários para micro-sites ou endereços temporários, onde eles poderão comprar os produtos da loja. Tudo isso dentro da própria plataforma.

3. Explore os recursos da plataforma para criar conteúdo

Uma das funcionalidades mais marcantes do TikTok é o aproveitamento de sons originais de canções, filmes, discursos, entre muitos outros conteúdos em áudio, na produção dos vídeos. Muita gente utiliza esse recurso para criar efeitos de humor em esquetes. Em sua estratégia de conteúdo, você também pode seguir essa linha em algumas publicações.

O que muitas marcas também têm feito é criar tutoriais para explicar a melhor forma de utilizar seus produtos e serviços. A título de exemplo, imagine um objeto que precisa ser montado, como uma cadeira ou um armário. Pensando na experiência de seu cliente, é muito relevante criar um vídeo com um passo a passo em que são apresentadas todas, ou as principais etapas da montagem.

Outra abordagem interessante, e que vem sendo amplamente utilizada, é a filmagem dos bastidores das empresas. Em se tratando de negócios digitais, é interessante mostrar para o seu público “onde tudo acontece”. Em casos de pequenos negócios, essa é, inclusive, uma estratégia de humanização.

Estamos falando em um apelo como “mesmo com pouco fazemos muito”. Ou, ainda, “veja quem está por trás da produção dos produtos que você ama”.

4. Trabalhe com influenciadores digitais

Nos últimos meses, não foram poucas as celebridades e influenciadores digitais que criaram perfis no TikTok. Atentos às oportunidades presentes nessa nova rede social, tenha certeza de que muitos outros também marcarão presença durante os próximos meses.

E, como já acontece no Instagram e no Facebook, a parceria com perfis com número significativo de seguidores pode ser bastante proveitosa para um e-commerce. As publicações promocionais, em que os chamados influencers recomendam determinado produto ou serviço, podem ser uma excelente ferramenta para potencializar suas vendas. Por isso, caso esteja dentro de suas possibilidades investir nessa estratégia, o TikTok será mais um canal a ser explorado.

5. Anuncie na plataforma

Anunciar no TikTok também é uma possibilidade. Inclusive, já existe a versão Ads da plataforma, assim como temos em outras redes. No entanto, essa não é uma opção disponível em todos os países e, naqueles onde é possível explorar a funcionalidade, os preços não são nada convidativos.

No momento, o mais recomendado é acompanhar a evolução da ferramenta e entender suas possibilidades. De qualquer forma, saiba que já existem os seguintes tipos de anúncios:

  • Anúncios de pré-rolagem:anúncio exibido em vídeos carregados assim que o usuário abre o app;
  • Anúncios no feed: anúncio veiculado em vídeos exibidos no transcorrer da navegação;
  • Desafios e concursos com hashtags: vídeos que incentivam os usuários a produzirem conteúdo com a hashtag de sua marca;
  • Filtros exclusivos:filtro exclusivo para os usuários, similar aos que temos em outras redes, que trazem informações específicas da marca.

Curtiu o conteúdo de hoje sobre o TikTok? Aproveite e confira mais este artigo de nosso blog, com 6 Dicas práticas para atrair mais visitantes para seu site.